Progressão no peso em 2010:

desde 25.04.2010

28/06/10

conflito interior

Acordei com o mesmo peso: 65,7kg.
Ontem acordei com 66kg e a verdade é que o problema nem está tanto na balança, mas na minha cabeça, porque estes 66kg, em fases diferentes, despertam-me também diferentes reacções.

Nas últimas duas semanas olho para estes valores como se fossem redondos como um 80...
Sinto-me gorda; não gosto de me ver ao espelho, nem da roupa que tenho, como se nada me caísse, nem me fizesse sentir mais feminina e desejável.

Sinto-me velha também. Velha fisicamente. Tenho um espírito infantil, mas o corpo está a adiantar-se na idade e devo parecer ter mais de 30 anos. Está a angustiar-me não conseguir evitar isso, até porque, não tendo eu mais 20 anos, também ainda não cheguei aos 30!! aflige-me a flacidez de partes do meu corpo em conflito com as que já estão bonitas e tonificadas. Comprei um creme de corpo reafirmante para ver se consigo resturar alguma firmeza e elasticidade e disfarçar... Ou então eu é que ando com 'macaquinhos na cabeça' e estou a dramatizar a situação.

Por consequência disto tudo, pareço sentir-me inferiorizada a outras mulheres, mais belas, mais sexy, mais magras... (ou então não são nada disso e eu é que me reduzo a...) e aflige-me não conseguir despertar em ninguém um sentimento concreto de paixão, só flirts, só ilusões, só fascínios, mas paixão mesmo, interesse, dasss... e sinto-me inferiorizada por isso. Pergunto: que há de errado comigo? As minhas 'perspectivas' ou hipóteses aumentaram desde que emagreci e comecei a cuidar de mim, a desabrochar; consigo despertar a atenção e interesse dos homens, desejo também, mas quando eu penso que estou lá... vejo: não passou de ilusão. E parte-me o coração ainda estar sozinha. Olhar à minha volta, reparar que qualquer 'trombolho' (sem ofensa) tem alguém consigo e eu continuo só. E estou cheia de amor para dar. Apetece-me partilhar. E receio que isso comece a ficar evidente demais (hello, quase nos 30, no boyfriend too much time..). Não é pelo sexo. É mesmo pela partilha, ter alguém para cuidar e que se preocupe connosco... and so on..

Tenho muita culpa no cartório porque também fujo de algumas situações, porém a maioria são exdrúxulas... homens casados? com aquelas versões namoradas-esposas? mais novos quase 10 anos? mais velhos quase 15? outros interessantes porém inertes ou sem 'fire'? porque é que não me acontece algo... normal!?

Isto há-de passar-me. Só preciso de recuperar alguma paz interior e gostar mais de mim...

2 comentários:

boneca de porcelana disse...

Olá Manu :) Bem, isso de teres 66 e sentires que tens 80 e que a roupa não cai bem passa-se o mesmo comigo :( é a cabeça, mas ambas sabemos que só nós podemos mudar isso, right?

Quanto aos amores e desamores, tens que ter calma.. Se calhar não há nada de errado ctg, apenas ainda não apareceu ninguém. Mas vais ver que um dia, aparece. Eu percebo esse sentimento de partilha que tanto queres ter, mas tb podes fazer com as outras pessoas, isto enquanto não encontras o TAL.

***

Filipa disse...

Olá!!!
Não me conheces, vou cometer a audácia de te tratar por "Tu", descobri este blog por acaso como acontece com tantos outros, e hoje vim espreitar, e quando vi Paixão escrito a vermelho dei uma 2ª olhadela, e por mais que todas te digam o mesmo é mesmo verdade. Eu tenho isso por experiência!!! Sou cheinha, roliça digamos e que inveja tenho de ti e do peso que conseguiste perder quem me dera a mim ter essa força de vontade!!!! Mas voltando atrás, o amor que tanto queremos ás vezes surge de onde menos se espera, e batenos á porta quando estamos mais desprevenidas!!!! Comigo foi assim, e contigo quando tiver de ser será, não esmoreças, nem tenhas tristeza em ti.
Afinal que mulheres somos nós se durante uns tempos não conseguimos viver sem um homem ao nosso lado?

Não sei se ajuda o que te escrevo, espero que sim!!!!!

Desejo-te muita força para continuares o caminho que tens levado até aqui que pelo que vejo quando venho ao blog é bem positivo!!!

Filipa